Vai lá e faz
educação financeira para empreendedores

Saiba a importância da educação financeira para empreendedores

A educação financeira para empreendedores é essencial para a gestão adequada das finanças da empresa e para o sucesso de um negócio. Você deve saber que gerenciar uma empresa é uma tarefa complexa que envolve diversos aspectos, certo? Todos eles giram em torno de um equilíbrio financeiro para que a atividade sobreviva e cresça.

Imagine um empreendedor que desenvolva um novo produto inovador que é muito atrativo para o seu público. Para viabilizar essa empresa, ele decide pegar um empréstimo e realizar um grande investimento. Apesar de fazer sucesso absoluto no mercado, ele nota que não consegue vencer as despesas e quitar o empréstimo, optando por fechar o negócio.

Essa é a realidade de muitos empreendedores que possuem uma boa ideia e um produto de qualidade em mãos. Por outro lado, outras empresas com produtos de qualidade inferior se saem muito bem quando conseguem gerenciar as finanças de forma assertiva.

A educação financeira é compreensão de conceitos e produtos financeiros, o que gera uma competência para fazer as melhores escolhas financeiras. Trata-se do ponto de partida para gerenciar o dinheiro da melhor forma possível – maximizando os resultados empresariais.

Veremos neste artigo a importância da educação financeira para empreendedores. Confira.

A importância da educação financeira para empreendedores

A educação financeira deveria ser uma disciplina ensinada na escola para que os jovens pudessem crescer sabendo como lidar com o seu próprio dinheiro. O alto número de inadimplentes no Brasil apenas ilustra que grande parte da população não consegue equilibrar suas receitas e despesas.

Se para as pessoas físicas já é difícil manter uma boa saúde financeira, imagine para as empresas – que são estruturas de grande complexidade. Afinal, são diversos setores e atividades interligados consumindo os mesmos recursos financeiros.

Quando falamos sobre a grande competitividade do mercado, é muito comum que os empreendedores pensem em novos produtos, ideias inovadoras e em buscas por diferenciais. Porém, a solução para se dar bem pode estar na gestão efetiva de suas finanças.

A educação financeira para empreendedores permite que você consiga interpretar os resultados financeiros que são obtidos. Quais são as principais despesas, calcular o preço de venda ideal para os produtos, analisar a viabilidade de pegar um empréstimo, descobrir qual é a margem de lucro de cada produto, verificar a viabilidade de um novo investimento, entre diversas outras informações muito úteis na gestão.

O que está envolvido na educação financeira para empreendedores?

A educação financeira para empreendedores envolve diversos assuntos fundamentais para o sucesso de uma empresa no mercado. Não é possível obter bons resultados quando você vende um produto por um preço que não cobre os seus gastos ou quando você acha que está obtendo bons resultados mas a empresa está dando prejuízo, não é?

Para assegurar a saúde do seu empreendimento é importante conhecer alguns conceitos da educação financeira. Confira os principais deles: planejamento financeiro; fluxo de caixa e capital de giro; investimentos e empréstimo.

Planejamento financeiro

O planejamento é fundamental para o sucesso de qualquer atividade, e com as finanças não é diferente. Uma empresa sem planejamento financeiro utiliza o dinheiro que entra nos seus caixas sem pensar nas consequências ou levar em conta a situação do mercado.

Você precisa conhecer o mercado em que está inserido e avaliar todos os custos da sua empresa para gerenciar de forma assertiva as finanças. Quando isso acontece, é possível organizar um planejamento que considera as despesas e receitas, a criação de um orçamento e o monitoramento do caixa – permitindo que as melhores decisões sejam tomadas.

Fluxo de caixa e capital de giro

O fluxo de caixa é outra ferramenta fundamental dentro da educação financeira para empreendedores. Trata-se de uma forma de controlar todas as movimentações financeiras da empresa juntamente com as contas a pagar e a receber. Com isso, você tem todas as informações necessárias para avaliar o desempenho financeiro e comparar com os orçamentos realizados.

Além disso, você tem a oportunidade de acompanhar a quantidade de recursos em caixa e calcular qual é a necessidade de capital de giro mensal para cobrir todas as despesas do seu empreendimento. Tudo isso contribui para manter a harmonia financeira no seu negócio.

Investimentos e empréstimos

A realização de grandes investimentos requer muito planejamento e cálculos de viabilidade, não é? Mesmo uma empresa que está atravessando um ótimo momento no mercado pode colocar tudo a perder quando resolve investir todo o seu dinheiro em um projeto de alto risco.

O mesmo funciona com os empréstimos: é preciso analisar cuidadosamente todos os impactos causados por um empréstimo para evitar que o seu negócio fique refém dos juros e multas. Ou seja, a educação financeira para empreendedores evita que você invista o seu dinheiro ou contraia obrigações que prejudiquem a saúde financeira da empresa.

Educação financeira: o caminho para o sucesso

Para começar a escalar o seu negócio é preciso dedicar esforços para organizar as finanças da empresa. Quando analisamos os cases de empresas que surgiram como um pequeno negócio e atingiram status de multinacionais, é comum falarmos de inovação, desenvolvimento de produto ou marketing, certo?

Entretanto, é preciso encarar que a gestão assertiva das finanças também está sempre presente para permitir o desenvolvimento dessas atividades.

Quer receber mais conteúdos sobre empreendedorismo, inovação, tecnologia e muito mais? Assine agora nossa newsletter e nos acompanhe semanalmente!

Share this Story
Load More Related Articles
Load More In Vai lá e faz

Facebook Comments